Tetraqual

Contabilidade

Month: June 2016

Por que existem várias fases de entrega do IRS?

shutterstock_263818844

Com certeza que, várias vezes, lhe passou pela cabeça: mas por que é que existem várias fases de entrega do IRS? Por que é que não entregamos todos ao mesmo tempo? Na verdade, são necessários vários momentos, de forma a tratar situações diferentes de forma dissemelhante. A resposta a estas questões é muito simples e vai ver que, facilmente, vai perceber o porquê.

Diferenças no momento de entrega do IRS em papel e pela internet

Até este ano – 2015 – havia uma diferença, de mais ou menos um mês, entre as entregas de IRS em papel ou por via electrónica. No entanto, esta diferença vai já deixar de existir em 2016, fazendo com que passem a existir novamente apenas duas fases de entrega: uma para trabalhadores dependentes e outra para independentes.

Diferenças no momento de entrega do IRS para trabalhadores dependentes e independentes

Desde sempre que existem pessoas que entregam as suas declarações logo em Março e em Abril, e outras a partir de Maio:

  1. Os primeiros são todos aqueles que trabalham exclusivamente por conta de outrém, somados aos pensionistas, e preenchem os Anexos A, H e/ou J e/ou L. Este ano, as entregas funcionaram entre Março e Abril.
  2. Os segundos são todos os restantes que são trabalhadores independentes em exclusivo ou que tenham exercido trabalho independente – mesmo que usualmente trabalhem por conta de outrém – e outros casos que não são abrangidos na categoria anterior. Estes preenchem os Anexos A, B, C, D, E, F, G, G1, H, I, J e L. Este ano, estas entregas decorreram durante o mês de Maio.

Reembolsos:

Os reembolsos têm sido bastante rápidos nos últimos anos, principalmente depois de ter sido introduzida a entrega electrónica do IRS. Espera-se que se mantenha o mesmo ritmo, de cerca de um mês de diferença entre a entrega da documentação e o reembolso ou a nota de pagamento.

Nota: tenha em atenção que, se entregar a sua declaração com mais de 90 dias de atraso, pode não receber qualquer reembolso, mesmo se tiver direito a ele.

Bons contabilistas para a actividade empresarial

shutterstock_326943563

A contabilidade é uma ciência social que tem como âmbito o tratamento, a mensuração e a comunicação da informação financeira de uma empresa. Os contabilistas são, portanto, as pessoas que mais informações detêm sobre a sua empresa. Como é fácil deduzir, a importância e a influência dos contabilistas no desempenho das empresas tem aumentado à medida que a complexidade do mundo dos negócios também aumenta.

Sabia que a contabilidade tem raízes históricas com milhares de anos na Mesopotâmia? Uma história tão vasta como esta teve que ter um vasto leque de desenvolvimentos. Um destes desenvolvimentos foi, sem dúvida, o papel dos contabilistas e as suas competências. Se, antigamente, o papel dos contabilistas correspondia ao papel de meros escriturários, hoje em dia, as suas competências vão muito além de manter registos da actividade económica de uma empresa. Os contabilistas devem, além de registar os movimentos de uma empresa, produzir informação que possa servir, não só os sócios da empresa, como também os investidores externos, o Estado e os clientes, entre outros. Devem também ser responsáveis pelo planeamento e controlo das contas e, sempre que possam, dar o seu contributo para que os órgãos de gestão possam tomar as decisões mais adequadas para a empresa.

Se está à procura de um novo ou novos contabilistas, saiba que a certificação destes profissionais é uma condição indispensável para o exercício das suas funções. Em Portugal, existem duas categorias profissionais directamente relacionadas com a contabilidade: o Técnico Oficial de Contas e o Revisor Oficial de Contas. Ambos devem estar inscritos na respectiva Ordem profissional e, para serem acreditados para o exercício da sua profissão, devem ter formação superior e obter classificação positiva numa prova de acesso à Ordem. Estas condicionantes de acesso à profissão são um filtro que lhe garante que, seja qual for o profissional que estiver a colaborar consigo e com a sua empresa, estará dotado das capacidades técnicas necessárias que farão com que a única história que ele possa “contar” sobre a sua empresa seja uma história de sucesso e de lucros crescentes.

Lembre-se sempre que os bons contabilistas são aqueles que lhe contam a verdade, tal como fazem os bons amigos. Procure profissionais sérios, competentes e com uma deontologia profissional imaculada. Assim, assegurará que eles colocarão sempre os seus interesses e os da sua empresa em primeiro lugar.

© 2017 Tetraqual

Theme by Anders NorenUp ↑